ABCDE do Melanoma

90% dos casos de câncer da pele podem ser tratados, quando detectados precocemente. A PREVENÇÃO é uma prioridade.


Olá, meninas (os)!
O post de hoje é, na verdade, uma 'transcrição' de um folheto informativo da La Roche-Posay para o blog. Deixo claro que não tenho nenhum vínculo com a marca nem nada do tipo, apenas resolvi fazer esse post por se tratar de um assunto TÃO importante. Vi sobre esse assunto na faculdade e achei esse ABCDE super interessante e válido!
Esses dias estava mexendo na gaveta da minha mesinha de estudos e me deparei com este folheto, que eu havia guardado na época da faculdade. Resolvi, então, fazer este post. Vamos conferir?

Definição: Melanoma é um tipo de câncer que atinge o tecido epitelial, mais especificamente a pele. Representa 5% dos tipos de câncer da pele, sendo o mais grave.

Riscos da exposição solar:
O sol produz raios invisíveis, conhecidos por ultravioleta A (UVA) e ultravioleta B (UVB).
Os raios UVA penetram mais profundamente na pele e são os principais responsáveis por:
  • Envelhecimento acelerado da pele
  • Reações cutâneas (alergias)
  • Manchas solares
  • Câncer da pele
Os raios UVB penetram mais superficialmente e são os responsáveis por:
  • Queimaduras solares
  • Vermelhidão
  • Câncer da pele


O que deve lhe alertar:
Um exame regular de sua pele é indispensável.
O método ABCDE pode ajudá-lo a avaliar o risco de uma mancha ou sinal.
 

Assimetria: O melanoma maligno apresenta uma metade diferente da outra, possuindo, assim, uma forma assimétrica. Já o benigno (mancha) é totalmente simétrico e igual. 
Bordas: O melanoma apresenta uma borda irregular, ondulada ou mal definida. Já a mancha, apresenta uma borda regular.
Cor: No melanoma, a cor varia de uma área para outra, ou seja, possui mais de um tom. Na mancha, o tom é único.
Diâmetro: No melanoma é maior que 5 mm (+- o tamanho da circunferência de um lápis.). Na mancha, esse diâmetro é menor que 5 mm.
Evolução: Deve-se ficar atento a qualquer mudança em uma mancha.

Diversas outras modificações podem ocorrer, como: dor, coceira, manchas ou pontos escuros em sua volta, sangramento, pequenas feridas na sua superfície, diminuição do tamanho ou desaparecimento de parte do sinal. 
Pratique um autoexame rápido, com a ajuda de um espelho, seguindo os critérios do método ABCDE. Não se esqueça do couro cabeludo, unhas, cotovelos, abaixo dos seios (mulheres), nuca, planta e dorso dos pés e região genital. Mas para melhor avaliação, é INDISPENSÁVEL uma consulta ao seu dermatologista.

Recomendações do dermatologista sobre a esposição solar:
  • Evite expor-se ao sol entre 10h e 16h, quando a radiação de UVB é mais intensa.
  • Crianças menores de 6 meses não devem ficar expostas diretamente ao sol.
  • Proteja-se com chapéu, óculos escuros, camiseta e um protetor solar eficaz contra os raios UVA e UVB.
  • Aplique o protetor solar ANTES de se expor ao sol E RENOVE sua aplicação regularmente.
A proteção solar é sempre a melhor maneira de prevenir os riscos da exposição solar.
EXAMINE SUA PELE REGULARMENTE E PEÇA AO SEU DERMATOLOGISTA QUE EXAMINE QUAISQUER SINAIS QUE LHE PAREÇAM SUSPEITOS.


Vamos nos cuidar, gente! Mediante diagnóstico precoce e tratamento imediato, a grande maioria dos cânceres da pele podem ser curados!
Beijo!

4 comentários:

  1. Esse post foi super necessário pra mim! Tenho uns sinais desse na pele, dois no rosto e um nas costas, mas pelo que pude perceber não é nada grave.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber disso, Marcela!
      Temos que estar sempre de olho. =)
      beijo

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...